26
dezembro
2016

Pavê de abacaxi

Falando sobre: Culinária

Aprendi um pavê de abacaxi divino e muitoooo fácil de fazer.

Eu fiz pro Natal e todos adoraram, então vou compartilhar para quem quiser fazer para o ano novo (ou qualquer outro dia que você quiser).

Eu vou deixar a receita original que me passaram, mas eu escrevi também algumas alterações que eu fiz (usei menos açúcar e troquei a cobertura) e explico o motivo.

Gente, peço desculpa pela foto, mas é que quando lembrei de tirar eu já estava no segundo pedaço kkkkk

Pavê de Abacaxi

Ingredientes:

Bolacha maizena (eu usei dois pacotes)

1 abacaxi

1 litro de leite

4 colheres de maizena

1 colher de sopa de essência de baunilha

2 caixas ou latas de creme de leite

1 1/2  de lata ou caixa de leite condensado

3 ovos

Açúcar

 

Modo de preparar:

Corte o abacaxi em pequenos pedaços retirando o miolo, coloque para cozinhar com 8 a 10 colheres de açúcar e deixe cozinhar até secar.

Aqui eu coloquei 6 colheres, pois o abacaxi estava muito doce.

Creme

Dissolva a maizena com um pouco de leite, depois misture com o resto do leite, o leite condensado e 3 gemas peneiradas (reserve as claras), faça o mingau mexendo bastante para não empelotar. Depois de pronto desligue o fogo e coloque a essência de baunilha e um creme de leite e misture.

Cobertura

Bata as claras em ponto de suspiro, depois coloque 5 colheres de açúcar e o creme de leite sem soro.

Eu não quis fazer essa cobertura por causa do ovo cru, fico meio preocupada com essas coisas, então eu preferi usar chantily como cobertura e também ficou ótimo!

Montagem

Em uma forma ou travessa, monte o pavê com camadas de creme, bolacha, abacaxi e por último coloque a cobertura.

1
dezembro
2016

Eu adoro dicas de organização e decoração, principalmente quando são dicas fáceis, rápidas e baratas, mas que fazem uma diferença enorme no ambiente e para a minha alegria a Bia do blog Decorafino trouxe 4 super dicas para deixar a casa ainda linda!

Quer mudar a decoração, mas o orçamento está apertado? Não se preocupe. É possível deixar sua casa de cara nova sem precisar gastar muito dinheiro. Você vai precisar de um pouco de planejamento e disposição. Separei algumas dicas que vão te ajudar a nessa tarefa:

1. Concentre-se nos cômodos mais usados

Mudar a casa inteira de uma vez custa muito tempo e dinheiro. Você pode criar a sensação de casa nova mudando apenas o cômodo mais usado!
A ideia é simples: quando mudamos um lugar de mais circulação, onde as pessoas passam mais tempo, a sensação de casa nova fica mais evidente. Banheiros e cozinhas são ótimos exemplos para isso. Tente comprar por exemplo novos jogos de toalha, colocar flores, tapetes, o ambiente fica novo e você gasta bem pouco. Uma cama bem feita já consegue mudar completamente o ambiente, almofada dão um toque confortável e aconchegante.

img_2485

img_2483 (mais…)

31
outubro
2016

Eu sigo uma página no Facebook, muito boa inclusive, a Roupa Suja se Lava na Maquina e esses dias eles deram uma dica muito legal que é usar vinagre de álcool branco no lugar do amaciante para lavar toalhas.

Toalhas mais especificamente, pois o amaciante tem substâncias químicas que cobrem o tecido e faz com que ela não absorva mais água direito.

toalha-vinagre

Geralmente eu não uso amaciante nas roupas, pois uso a secadora e as roupas costumam sair macias depois de secas, mesmo que eu use o amaciante pelo cheirinho não adianta, o cheiro some na secadora.

Porém esses dias está fazendo calor e voltei a deixar as roupas secando no varal, que eu prefiro mil vezes, já que a roupa fica mais cheirosa, seca mais rápido e eu economizo horrores na conta de luz.

Mas as toalhas eu lavo com água  sanitária e mesmo eu colocando amaciante o cheiro de cloro permanecia, além disso a toalha depois de seca ficava meio durinha e desconfortável para usar.

Então passei a usar o vinagre de álcool. Agora eu despejo o vinagre no recipiente que é destinado para o amaciante e coloco mais um pouco (200 ml mais ou menos) no último enxague.

As toalhas passaram a ficar um pouco mais macias, não fica cheiro do vinagre e, o mais incrível, da água sanitária também não.

Sem contar que eu paguei só R$0,75  nesse vinagre da foto (no supermercado Extra), muito barato! Bem mais barato que um amaciante.

Mas lembrando que eu só uso nas toalhas e nos panos de prato que eu também uso água sanitária na lavagem.

 

 

21
outubro
2016

Eu já fiz um post contando que não usamos sapatos em casa, mas usamos meias e, não tem jeito, sempre ficam sujas.

O pior é que as meias acabavam ficando encardidas e mesmo depois de lavadas sempre pareciam sujas.

meia-suja

Minha mãe vendo minha situação me ensinou um modo de lavar as meias para que elas ficassem sempre limpinhas, então passei a lavar assim para não estragar as meias novas.

Para que a meia fique sempre bem limpa temos que usar sabonete branco. Pode ser qualquer um (mas branco), eu peguei esse que foi o mais barato que tinha.

sabonete

O segredo é não molhar a meia suja antes de começar a lavar, pois isso faz a sujeira entrar na meia e fica muito mais difícil removê-la totalmente.

sabonete-meia

Então molhe apenas o sabonete e aplique na meia ainda seca, depois esfregue com a mão (mas eu uso uma escovinha depois também), enxague e coloque para lavar como de costume.

Aqui está a meia depois que eu passei o sabonete e enxaguei.

meias-lavadas

E aqui está a meia depois de lavada. Bem limpinha!

meia-limpa

Então fica a dica para salvar suas meias para que não fiquem encardidas 😉

21
setembro
2016

Faz um tempinho que eu ouvi sobre como o óleo de coco nutria os cabelos e fazia melhorar muito o aspecto dele. Na época eu comprei dois potinhos na Ultrafarma e resolvi testar, isso foi antes de eu resolver a voltar a usar meu cabelo enrolado, portanto as fotos são da época que ainda fazia chapinha.

Eu não sei por que, mas eu sempre fiz luzes e sempre me arrependia, dai deixava o cabelo crescer, cortava e quando ele estava saudável de novo eu resolvia que era hora de mudar e voltava a fazer luzes. O problema é que qualquer tipo de química e chapinha não combinam e, no fim, as pontas do meu cabelo ficavam todas espigadas.

Daí resolvi testar o óleo de coco e fotografei o antes e depois para ver a diferença e postar o resultado aqui, mas acabei demorando para postar.

Eu gostei tanto do resultado que a partir desse dia eu passei a usar bastante o óleo de coco sozinho ou misturado a algum creme, mesmo depois que parei de usar a chapinha.

Ele ajuda muito a diminuir o frizz e o aspecto ressecado.

O óleo de coco que eu comprei foi esse da Brasmed.

Estava em promoção, eu comprava um por 10,90 e o segundo pote saia com 50% de desconto, por isso comprei 2.

Eu coloquei duas colheres do óleo num copinho não tão fundo, mas de boca larga e deixei por 2 minutos no microondas para derreter tudo (mas nem precisa ser tanto tempo assim, deixa o tempo suficiente para amolecer).

Tirei e esperei esfriar um pouco e coloquei as pontas do meu cabelo dentro do pote com o óleo de coco com todo o cuidado para não me queimar.

Amarrei o cabelo e deixei por 20 minutos e depois lavei o cabelo normalmente, sequei e fiz chapinha.

Da para ver que depois do óleo de coco as pontas do cabelo ficam com o aspecto bem melhor.

Nesse dia eu deixei o óleo agir por 20 minutos, mas hoje eu uso por mais tempo, quanto maior o tempo melhor o resultado.

Como eu disse, hoje eu já faço uso constante no cabelo todo, mas agora já não uso mais chapinha, então o cabelo vai ficando cada vez mais saudável.